Atletas do programa Olímpico participam de evento sobre Meditação Transcendental

Post 9 of 304
Atletas do programa Olímpico participam de evento sobre Meditação Transcendental

Na última sexta-feira, 22/03, os atletas do programa Olímpico, responsáveis e senseis do Reação participaram do evento ‘Excelência e Alto Rendimento’, com Ruben Sanchez Yepes, ex-jogador de futebol e professor de Meditação Transcendental (MT).

Durante o encontro, que durou cerca de duas horas, Ruben falou sobre os benefícios da MT no desempenho dos judocas dentro e fora dos tatames, que sonham em ser atletas olímpicos.

Para Ruben, a meditação frequente ajuda a obter a chamada ‘experiência pico’, que é a integração total do físico, da mente e da emoção. Além disso, a MT oferece a quem medita mais energia, além de melhora na atividade cerebral, possibilitando ao atleta ótimos resultados durante os treinos e as lutas.

“Os treinadores ajudam na parte do treinamento. Na meditação, se treina para dentro, de olhos fechados. Vocês, que sonham em ser campeões olímpicos, têm que entender que a meditação é parte do programa de rendimento e é responsabilidade de vocês darem o melhor que puderem”, disse Ruben durante o encontro.

Entre os convidados do evento estavam os judocas David Moura e Victor Penalber e o presidente do Reação, Flavio Canto, praticante da MT desde 1995, quando ainda era atleta. Os benefícios desta prática são muitos, entre eles o controle da ansiedade e da raiva, a melhora da memória e a redução do estresse.

Ao longo do fim de semana, uma equipe de professores voluntários de meditação esteve no polo Rocinha para fazer a iniciação de 20 pessoas, entre atletas e responsáveis.

O judoca Lorenzo Strahsburg, de 12 anos, participou junto com a família da iniciação.

“Eu fico muito nervoso durante as competições. Mas é um nervoso diferente, porque na minha mente estou calmo, mas meu corpo age como se eu estivesse nervoso. Acho que a meditação pode me ajudar a controlar isso. Pretendo levar a prática para a minha rotina”, disse o campeão Pan-Americano da categoria Sub-13, em 2018.

MENU