Conheça as empresas que estão fazendo doações na luta contra a crise do coronavírus

Post 9 of 425
Conheça as empresas que estão fazendo doações na luta contra a crise do coronavírus

Todas as doações na luta contra a crise do coronavírus são extremamente bem-vindas, sejam elas em financeiras, em produtos ou serviços, ou até com demonstrações de carinho, respeito e afeto.

Neste momento é fundamental cuidarmos de nós mesmos para evitar o contágio, mas também do próximo. Por isso, ter empatia com a realidade que cada um está vivendo é também importante.

A verdade é que, somente nos unindo e cada um dando o melhor de si, vamos conseguir sair dessa fase.

Pensando justamente dessa forma, diversas empresas já estão colaborando, cada uma da sua maneira. 

Há aquelas que estão fazendo doações em dinheiro para construção de hospitais de campanha, outras doações de cestas básicas. 

Também tem as que estão fabricando respiradores ou mudando suas linhas de produção para produtos hospitalares, ainda que esse não seja seu ramo de atuação. 

Conheça agora algumas delas e, ao final, veja como ajudar também.

Quem está fazendo doações na luta contra a crise do coronavírus

O combate à proliferação da Covid-19, doença respiratória causada pelo coronavírus, inclui higiene adequada das mãos e isolamento social. No entanto, sabemos que ainda há muito a ser feito para eliminar de vez esse inimigo oculto.

Também por esse motivo, empatia e solidariedade passaram a ser ainda mais importante nesse momento. Desde uma simples ajuda a vizinhos do grupo de risco que não podem ir ao mercado, até grandes marcas fornecendo produtos e soluções em larga escala para diversos países no mundo inteiro. .

Conheça algumas empresas que estão fazendo a diferença neste momento. 

Ambev

Um dos produtos mais procurados atualmente é o álcool em gel, tanto que o produto rapidamente se esgotou das prateleiras de supermercados e farmácias.

O problema é que essa grande demanda também comprometeu o abastecimento dos hospitais, especialmente os da rede pública.

Para ajudar com essa questão a Ambev, maior fabricante de bebidas do Brasil, passou a produzir o produto e a fornecer gratuitamente  para as unidades de saúde. A estimativa da empresa é fabricar mais de 500 mil unidades que estão sendo distribuídas para hospitais do Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

Somada a essa ação, a empresa firmou uma parceria com a Gerdau, Hospital Israelita Albert Einstein e prefeitura de São Paulo  para construir um anexo ao Hospital Municipal M’Boi Mirim, em São Paulo. O objetivo é finalizar a obra até 30 de abril e, com isso, criar um Centro de Tratamento para Covid-19, com 100 leitos para atendimento exclusivo da patologia pelo SUS, Sistema Único de Saúde.

Banco BV

O BV, antigo Banco Votorantim, doou R$ 30 milhões para aquisição de 50 respiradores para o estado de São Paulo. No Rio de Janeiro o BV está dando total apoio à campanha #IpponNoCorona com a doação de 1400 cestas digitais, no valor de R$ 100,00 cada, em um período de 3 meses, totalizando uma doação de 420 mil reais.

Paralelamente a essa doação, o BV lançou a campanha “Abrace uma causa”. Por uma plataforma on-line os clientes do banco podem fazer contribuições financeiras. 

A meta é chegar a R$ 10 milhões. Para isso, a cada R$ 1 doado por pessoa física, o BV dará outro R$ 1.

IBM

Como contribuição às agências nacionais de saúde, a IBM disponibilizou também para o Brasil o sistema IBM Clinical Development (IDC).

A solução é uma plataforma que permite organizar e centralizar todas as informações e dados referentes a testes para a Covid-19. 

Com acesso via web e sem necessidade de instalação, a ferramenta reduz tempo e custos provenientes dos ensaios clínicos, permitindo organizar e centralizar as informações dos testes do COVID-19 em um só local.

iFood

O coronavírus também causou forte impacto na economia, especialmente para micro e pequenas empresas, com o objetivo de  minimizar essa situação o IFood, aplicativo de entrega de comida, decidiu antecipar o pagamento  dos seus parceiros e direcionar as taxas de serviço da modalidade “Pra retirar” ao comerciante.

Além disso, a empresa anunciou a criação de um fundo de assistência aos restaurantes locais com R$ 50 milhões da sua receita.

McDonald’s

Também pensando nas micro e pequenas empresas do ramo alimentício, o McDonald’s está fornecendo cursos on-line , gratuitamente. Segurança Alimentar, Higiene e Desenvolvimento Sustentável são as categorias que podem ser feitas pelos empreendedores.

Facebook

Com uma doação de US$ 100 milhões para 30 mil pequenas empresas de 30 países o objetivo do Facebook é colaborar para que esses negócios continuem funcionando durante e após a pandemia.

Além disso, a plataforma também está oferecendo um treinamento virtual para orientar as empresas durante essa fase de baixa lucratividade.

A colaboração do Instituto Reação

Ainda que não seja uma empresa, o Instituto Reação não podia ficar de fora das doações na luta contra a crise do coronavírus. Por isso, criamos a campanha #IpponNoCorona!

O objetivo da primeira fase é arrecadar verba para aquisição de cestas básicas digitais (cartão alimentação/refeição) para as famílias dos nossos mais de 2 mil alunos. Na segunda, nossa meta é ajudar famílias de outras comunidades.

Nós estamos Reagindo com a doação de cestas básicas! Reaja também! Acesse

https://institutoreacao.abraceumacausa.com.br/  e veja como participar.

MENU