Histórias de Sucesso: Felipe Caus

“O Reação para mim é tudo. Graças ao projeto mudei 100% . Eu não tinha oportunidades, hoje moro nos Emirados e faço questão de representar o projeto aonde eu for. Vi de perto o poder transformador do esporte”.

institutoreacao

Felipe Sousa da Silva, 33 anos, mais conhecido como Felipe Caus, faz parte da nossa história desde o início, ainda no Projeto Educação Criança Futuro, nos anos 2000, projeto comandado por Pedro Gama Filho. Nessa época, aos 13 anos, Felipe foi apresentado ao mundo do judô e do jiu-jitsu e nunca mais se distanciou destes esportes. Faixa preta nas duas artes marciais e instrutor de defesa pessoal, ele treinava no polo Rocinha e foi aluno, atleta de judô e jiu-jitsu, voluntário e colaborador por um ano no Instituto Reação.

Enquanto atleta de judô, ficou em 1° lugar em todos os campeonatos internos Inter Reação dos quais participou, além de ter conquistado medalhas nos Campeonatos Carioca e Estadual entre 2004 e 2013. Competindo pelo jiu-jitsu, ele foi o primeiro Rei do Solo no evento interno Rei e Rainha do Solo, e tem no currículo diversas conquistas importantes na faixa preta de JJ, entre os anos 2015 e 2017, como os títulos de campeão SulAmericano Gi, Nogi CBJJP, Campeonato Estadual, Copa do Brasil CBJJD e Copa do mundo CBJJO.

Em 2018, Caus se mudou para os Emirados Árabes após anos tentando dar este passo importante na carreira. A mudança para outro país para viver profissionalmente da luta já estava em seus planos desde 2015, mas a dificuldade com o inglês sempre era um obstáculo. Através da parceria do Reação com o Brasas English Couse, Caus ganhou uma bolsa de estudos e passou a se dedicar ao domínio do idioma. A oportunidade de sair do país veio em 2017, quando a Equipe dos Emirados Árabes visitou a sede do Reação no Rio de Janeiro para treinar, e Caus conheceu um professor da delegação, que virou seu padrinho no país onde mora atualmente. No ano seguinte, ele embarcava para uma nova vida. Hoje, ele trabalha em uma base militar como professor de artes marciais, close combate e self-defense.

Suas maiores inspirações no esporte são o ex-jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho, o bodyboarder Guilherme Tâmega e o ex-lutador do UFC Minotauro. Na vida, é a trajetória de vida de sua avó quem o inspira. A paixão pelo esporte de Caus também passou para a filha Brenda Souza Pães, judoca faixa amarela de 13 anos, que é aluna do polo Rocinha há quatro anos. Quando não está trabalhando, Caus gosta de jogar futevôlei e de estar com os amigos.

MENU