Victor Penalber fica em 7º lugar no Mundial Chelyabinsk 2014

Post 327 of 351
Victor Penalber fica em 7º lugar no Mundial Chelyabinsk 2014

O atleta ficou muito perto da disputa por medalhas, mas acabou perdendo para o russo Ivan Nifontov na repescagem.

Não foi dessa vez que Victor conseguiu medalhar no Mundial, mas seu desempenho sem dúvidas melhorou em relação ao ano passado, quando perdeu em sua terceira luta. A campanha do judoca, que disputou seu segundo Mundial, começou bem. Venceu o armênio Rafael Davtyan com dois wazari, lutou ainda melhor com o uruguaio Alan Aprahamian e passou tranquilamente pelas oitavas-de-final, contra o polonês Lukazs Blach. Nas quartas-de-final, Victor saiu na frente contra o canadense Antoine Valois-Fortier, mas no último minuto se descuidou e foi projetado por wazari.

Na repescagem que levaria o vencedor à disputa pelo bronze, Victor dominou a luta durante a maior parte do tempo, mas acabou vencido por um wazari do russo Ivan Nifontov, que terminou a competição com a medalha.

Até o Mundial, o atleta se mantinha em 3º lugar no ranking mundial de sua categoria, tendo conquistado ouro no Campeonato Pan-americano de Guayaquil 2014 e no Grand Slam de Tyumen 2014. O coordenador de esportes do Instituto Reação, Fúlvio Miyata, diz que o maior resultado ainda está por vir:

“Victor, agora é virar a página, o objetivo é o Rio 2016! Vamos focar nos treinamentos e dar a volta por cima!”

Geraldo Bernardes, o coordenador do Programa Reação Olímpico também dá força ao atleta:

“Victor conheço você há muitos anos e sempre admirei o seu comprometimento e dedicação para com o Judô. Pessoas como você são garantia de sucesso absoluto.Tenho certeza que Deus estará reservando para você na Rio 2016 , a melhor premiação do pódio olímpico. Agora é corrigir possíveis erros, e se superar a cada treino. Parabéns!Equipe Reação!”

O Instituto Reação parabeniza o atleta pelo 7º lugar no Mundial e por ter lutado com muita garra e determinação. Victor, estaremos sempre aqui te apoiando. Agora é focar nas olimpíadas.

MENU